Páginas

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

O fim do dia

Assim, levantou-se da cadeira, assim, olhou o sol expirando no fim da tela, assim, fechou os olhos para a modernidade numa refutação implícita do amor, da vida, dos sonhos.

Nenhum comentário: