Páginas

terça-feira, 17 de março de 2009

Civilidade

Entre a raiva e o ódio estende-se a ponte da aversão. Por essa simples razão, qualquer coisa que façamos deve ser interrompida imediatamente se estivermos transitando por essa ponte. Por dois motivos óbvios. Primeiro, se temos raiva, perdemos a cordialidade e em breve nos livraremos do amor, do carinho e do respeito. Segundo, se nos aproximamos do ódio, a civilidade desaparece gradativamente e, no lugar dela, comportamentos autoritários, odiosos e incontroláveis podem se manifestar.

Um comentário:

...... disse...

..........!